Jair Bolsonaro apoia Neymar que é acusado de estupro

11/06/2019

O presidente da república Jair Bolsonaro declarou apoio a Neymar nesta quarta-feira, 5. O atacante da seleção brasileira é acusado de estupro por uma mulher, em crime que teria acontecido em Paris, na França, no dia 15 de maio. O presidente contou também que pretende ir ao estádio Mané Garrincha, em Brasília, para acompanhar o amistoso entre Brasil e Catar, nesta quarta, às 21h30 (de Brasília) para abraçar jogador do Paris Saint Germain.
“Hoje devo estar no jogo do Brasil, espero dar um abraço no Neymar antes do jogo. Está em num momento difícil, mas acredito nele. Neymar, hoje à noite estamos juntos”, declarou o presidente em Aragarças (GO), a 380 quilômetros de Goiânia, durante o lançamento do projeto Juntos pelo Araguaia, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente.
Uma mulher registrou na última sexta-feira um Boletim de Ocorrência acusando Neymar de estupro. O jogador publicou um vídeo no Instagram negando. “O que aconteceu foi uma relação entre um homem e uma mulher, algo que acontece entre quatro paredes, algo que acontece com todo casal”, disse Neymar, em um dos trechos da publicação, que provocou a abertura de investigação contra ele por causa da divulgação de fotos íntimas da mulher que o acusa.

Policiais da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) foram ao CT da seleção brasileira, em Teresópolis (RJ), na última segunda-feira, 3, e intimaram Neymar a depor na próxima sexta. O jogador é investigado por suposto crimes virtuais cometidos no último domingo, quando ele publicou o vídeo. Desde o ano passado, a divulgação de imagens íntimas sem consentimento das partes é crime passível de prisão. O vídeo foi retirado do ar pelo Instagram “por violar os padrões” da sua comunidade.

Vale lembrar que em abril, em viagem a Israel, o presidente Jair Bolsonaro mandou um vídeo direcionado a Neymar e Gabriel Medina. Ele desejou sorte aos dois atletas e foi acompanhado do primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu, que convidou a dupla para conhecer o país do Oriente Médio. “Alô, Neymar, alô, Medina. Diretamente aqui de Israel, boa sorte para vocês, o prazer é nosso”, disse Bolsonaro.
“Por favor, venham a Israel. Vocês dois estão convidados: Neymar e Medina. Tragam todo mundo com vocês”, completou Binyamin Netanyahu, popularmente chamado de “Bibi”. A resposta aos dois foi publicada pelo pai de Neymar. “Alô, Bibi e Bolsonaro, obrigado por nos convidar. Israel, estamos indo”, disse Neymar. “Oi, Bibi e Bolsonaro, obrigado por nos convidar para ir a Israel. Israel, estamos indo. Muito obrigado”, seguiu Medina. Posteriormente, o presidente Bolsonaro compartilhou o mesmo vídeo. “Netanyahu, Bolsonaro, Neymar e Medina pelo sucesso de Brasil e Israel”, escreveu.
Por TV FOCO

Fim de exame toxicológico fará preço do seguro de caminhões disparar

11/06/2019

O presidente Jair Bolsonaroentregou naCâmara dos Deputadosna terça-feira, 4, um projeto de lei que, entre outras mudanças, propõe que motoristas de caminhões e ônibus (das categorias C, D e E) não sejam mais obrigados a fazer exame toxicológico ao renovar aCarteira Nacional de Habilitação(CNH). A ideia pode ter sido facilitar a vida dos caminhoneiros e motoristas profissionais, mas vai cobrar um custo: caso a lei seja aprovada, os seguros de ônibus e caminhões vão ficar mais caros.

O representante do sindicato dos profissionais de seguros do Distrito Federal, Carlos Cavalcante, explica que as seguradoras vão precificar o que chamou de aumento de risco potencial. “A indústria lida com um termo conhecido no meio que é exposição ao risco. Qualquer tipo de seguro avalia isso. Quanto maior o risco, obviamente, maior vai ser o prêmio pago por aquele bem”, diz Cavalcante.
O professor da Fundação Getulio Vargas e especialista em seguros Gilvan Candido engrossa o coro: “Os preços dos seguros são baseados nos riscos potenciais do condutor. O fim da obrigatoriedade do exame aumenta o risco, por isso aumenta o preço”.
Prova de que o fim da exigência do exame toxicológico terá impacto no preço do seguro é que a lei que instituiu a obrigatoriedade, aprovada em 2015 e em vigência desde 2016, fez o número de prêmios pagos para veículos segurados cair 2,4%. “O preço dos seguros deveria ter caído muito mais (que esses 2,4%). Se voltar atrás, acabar com o exame, o preço do seguro vai aumentar bastante. Há um nível de risco adicional que as seguradoras não têm controle. Para os seguros, isso é uma bomba”, diz o economista Claudio Contador, ex-diretor da Escola Nacional de Seguros.
E não foram só os preços que caíram. No mesmo período, segundo dados do Seguro DPVAT, as fatalidades no trânsito despencaram 21%: de 42.501 mortes em decorrência de acidentes de trânsito em 2015 para 33.547 em 2016. Já o número de indenizações por invalidez despencou de 515.651 para 346.060, queda de 33% entre 2015 e 2016.
Existe também outra possibilidade: as seguradoras podem considerar que é tão arriscado oferecer uma apólice ao caminhoneiro ou motorista de ônibus sem a garantia do exame toxicológico que simplesmente se recusam a assinar contratos com a categoria. “As seguradoras passarão a ter regras mais rígidas para oferecer seus serviços”, diz Natália Oliveira, pesquisadora da Escola Nacional de Seguros.
Fonte: Veja

Embarcação construída no Ceará levará serviços de saúde a ribeirinhos

11/06/2019

Navio Hospital vai embarcar de Fortaleza neste sábado (8) com destino a Belém; navio tem 32 metros de extensão

Uma embarcação construída no Ceará vai funcionar como um meio que levará serviços de saúde e assistência médicaas comunidades ribeirinhas da região Amazônica. O Navio Hospital Papa Francisco foi construído pela Indústria Naval do Ceará (Inace) e deve deixar a Praia de Iracema, Fortaleza, neste sábado (8), com destino a Belém, no Pará.
A embarcação hospitalar foi encomendada pela Fraternidade São Francisco de Assis na Providência de Deus, que idealizou o projeto quando da visita do Papa Francisco a um hospital no Rio de Janeiro durante a Jornada Mundial da Juventude, em 2013. O papa fez um pedido ao Frei Francisco, fundador da associação, para que ele desse atenção e assistência àqueles que não tinham como chegar a um hospital.
A embarcação conta com 10 tripulantes fixos e 20voluntários, que sairão nas expedições que durarão dez dias, quando então retornam para a base que ficará na cidade de Óbidos, no Pará. O projeto vai atender mais de 1000 comunidades ribeirinhas. A construção do barco, que tem 32 metros de extensão, foi iniciada em janeiro de 2018

O Navio Hospital conta com consultórios médicos, odontológicos, centro cirúrgico, sala oftalmológica completa, laboratório de análises, sala de medicação, sala de vacinação e leitos de enfermaria, além de equipamentos para exames, como raio-X, ultrassom, eco, mamógrafo, esteira ergométrica e eletro. Também serão realizados trabalhos de prevenção e diagnóstico precoce do câncer, com a realização de exames.

Fonte: Rádio Ousadia Web

Aplicativos


 Locutor Ao vivo


AutoDJ

Gospel Mix

Peça Sua Música

Name:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

01.

Anderson Freire

Raridade

02.

Bruna Karla

Advogado Fiel

03.

Aline Barros

Casa do pai

04.

Anderson Freire

Acalma o meu coração

05.

Aline Barros

Ressuscita-me

Anunciantes